TV UFMA marca pioneirismo nacional com núcleo de tradução

Emissora maranhense é a primeira TV universitária do país a implementar esse modelo

 

São Luís – A TV UFMA é primeira TV universitária do país a criar um Núcleo de Tradução Audiovisual (NTAV). Tendo surgido a partir de uma iniciativa da direção da emissora, o setor existe desde 2015. Naquela ocasião foi estabelecida uma parceria com a Televisión América Latina – TAL (uma emissora que promove o intercâmbio de conteúdos de TVs entre países hispano-falantes), de modo a diversificar a programação local e levar os programas produzidos pela TV para outros países.

A partir dessa parceria, tornou-se necessária a criação de um setor responsável pela tradução e tratamento dos programas de língua estrangeira enviados pela TAL. Essa necessidade pôde ser atendida, após um acordo firmado entre a TV UFMA e a Coordenação do Curso de Letras/ Espanhol, que juntas criaram o Projeto Traduzir Para Aproximar, que propõe a interdisciplinaridade entre cursos da universidade (letras, comunicação social, teatro, etc.) por meio da Tradução Audiovisual.

O objetivo do núcleo é atuar como um setor encarregado transcrever, traduzir, corrigir, revisar, legendar e dublar os materiais enviados pela TAL. Além disso, essas atividades são feitas com a produção de programas autorais produzidos da própria TV UFMA a fim de exportá-los para outros países por meio da parceria estabelecida. Outra atividade desenvolvida pelo NTAV é a produção de “cabeças” para os programas do América TAL e Qual, que é feita com o apoio do Núcleo de Produção da emissora como forma de criar uma conexão entre os países dessas séries com o Brasil.

“A interdisciplinaridade promovida pelo NTAV permitiu que alunos de variados cursos fizessem parte do processo de tradução audiovisual”- como destacou a coordenadora do NTAV, Lorena Camusso. O Núcleo conta ainda com a colaboração de Myrian Costa e Vanessa Araújo, responsáveis pela transcrição, tradução, correção e revisão; Thamires Pereira, que desenvolve tradução e legendagem; Ariene Silva, assistente de Direção de Arte e legendagem; e, Doralina Silva, encarregada da área de produção e legendagem.

Núcleo de Tradução Audiovisual da (NTAV) é inspiração para monografia

O trabalho frente ao Núcleo de Tradução Audiovisual acabou aproximando os anseios profissionais aos anseios universitários da peruana e coordenadora do NTAV, Lorena Camusso. Desde que chegou ao Brasil, a profissional e estudante percebeu a pouca proximidade e conhecimento por parte dos brasileiros sobre os outros países da América Latina e muito mais da América do Sul. Isso despertou uma inquietação em saber o porquê desse estereótipo. “Nesse contexto, surge a ideia de criar um projeto que permitisse colocar em evidencia essas questões, assim nasce “traduzir para aproximar” que visa por meio da tradução aproximar o Brasil com algumas realidades latinas não tão distantes. Dentro desse cenário, a minha monografia foi, de certo modo, uma base teórica de aquilo que os meus colegas do Núcleo de tradução e eu já fazíamos na prática. Inclusive, a minha pesquisa monográfica permitiu detectar alguns erros que na execução das técnicas, dublagem e legendagem, cometíamos por não ter uma orientação teórica, já que a pesquisa é totalmente nova não só na UFMA, como também no estado e não própria academia brasileira” – ressaltou Lorena Camusso.

Comparada às TVs associadas à Associação Brasileira de TVs Universitárias – ABTU, a TV UFMA é a única que possui um núcleo que trabalha com tradução audiovisual. Conforme explicou Camusso, em sua pesquisa monográfica ainda fez um levantamento das TVs Universitárias associadas à TV Cultura, que é a cabeça de rede da TV UFMA. Na pesquisa quantitativa detectou-se 9 emissoras universitárias ativas afiliadas à TV Cultura, que não possuíam um núcleo especifico que trabalhasse com essa temática de TAV, e também não  apresentavam nenhuma proposta interdisciplinar entre os cursos que a própria universidade oferece para desenvolver pesquisas na área de tradução audiovisual.

Para acompanhar de perto o trabalho do Núcleo de Tradução Audiovisual da (NTAV) em parceria com Televisión América Latina – TAL realizado na TV UFMA é só sintonizar no canal 16.1 da TV Digital ou no canal 16 da TVN. Você também pode acompanhar a nossa programação, ao vivo, pelo site da TV UFMA ou através no nosso aplicativo, disponível na Play Store.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *